Área de Investigação

Professora Adjunta no Departamento de Linguagens Artísticas do Instituto de Artes. Mestrado e Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia (Bolsa CAPES/CNPq). Maîtrise em Arts du Spectacle na Université de Paris 8. Graduação em Artes Cênicas na UNIRIO. Pós-Doutorado (Bolsa FAPERJ e bolsa CNPq) no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UNIRIO. Como artista fundadora, diretora e performer no Coletivo Líquida Ação desde 2007, desenvolve performances coletivas em situação de intervenção urbana, espetáculos e experiências cênicas (www.coletivoliquidaacao.com). Coordena o projeto de pesquisa e extensão “Ateliê de Performance” no Instituto de Artes/UERJ (www.atelieperformance.com).

PROJETO DE PESQUISA:
CORPO-AMBIENTE : PERFORMANCES, ÁGUAS E COLETIVIDADES.
A plasticidade da água dinamiza a articulação ético-política entre meio-ambiente, relações sociais e subjetividade humana (ecosofia de Félix Guattari). A função vital da água nos ecossistemas socioambientais reforça esta articulação. Neste projeto de pesquisa, a noção de corpo-ambiente indica a interdependência entre corpos e ambientes mediada pela presença/ausência de água. A performance enquanto acontecimento apresenta uma dimensão processual e política que envolve coletividades. A presença vital da água em diferentes contextos socioambientais provoca a formação de coletividades entre corpos de diferentes espécies, que atuam sobre o ambiente que neles atua. A partir de práticas artísticas socialmente engajadas, a pesquisa questiona a mercantilização da natureza, o patriarcado e a monocultura, dialogando com éticas do cuidado traçadas pelo ecofeminismo.